11 de setembro de 2014

Bahia sai na frente, mas leva virada do Cruzeiro no Mineirão


Foto: Bruno José / Futura Press / Estadão Conteúdo

De virada, o Bahia perdeu por 2 a 1 para o Cruzeiro, na noite desta quinta-feira (11), no Mineirão, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

O Tricolor saiu na frente com Rafael Miranda no primeiro tempo, mas viu a situação complicar no segundo tempo, após cometer pênalti e perder o zagueiro Titi por expulsão. Com isso, o time mineiro não encontrou dificuldades e o Esquadrão saiu de campo derrotado.


Com o resultado, o Esquadrão de Aço terminou a rodada na lanterna do Brasileirão com apenas 17 pontos conquistados.

O próximo compromisso do Tricolor é contra o Figueirense, domingo (14), às 16h, no Joia da Princesa.

O JOGO

Líder do Campeonato Brasileiro e atuando dentro dos seus domínios, o Cruzeiro tomou a iniciativa da partida e quase abriu o placar aos cinco minutos. Everton Ribeiro cobrou escanteio, Manoel subiu alto e cabeceou. A bola explodiu na trave e Léo Gago conseguiu tirar em cima da linha.

O Bahia, que acordou na lanterna após o triunfo do arquirrival Vitória sobre o Grêmio, também chegou com perigo no início do duelo. Aos sete, Guilherme Santos avançou pela esquerda e cruzou para a área. Fábio se antecipou para defender e ficou com a bola.

Chances para os dois lados

A partida, que começou movimentada, ficou ainda mais intensa após os dez primeiros minutos. Aos 12, Marquinhos aproveitou um vacilo de Fahel e arriscou de longe, mas o ex-atacante Rubro-Negro pegou fraco na bola e Marcelo Lomba defendeu com tranquilidade.

O Bahia procurava explorar os contra-ataques e com jogadas em velocidade pelas pontas. Aos 17, Rafinha avançou em velocidade pelo lado esquerdo, passou por três marcadores e tocou para Maxi Biachucchi. Livre de marcação, o argentino invadiu a área e chutou cruzado, mas Fábio desviou com a ponta dos dedos e evitou o gol.

Outra bola na trave. Aos 27, Lucas silva cobrou falta e mandou uma bomba para o gol de Marcelo Lomba. A bola explodiu na trave, para a sorte do Tricolor, que escapou de levar o primeiro gol.

Bahia abre o placar

E para contrariar todas as expectativas, quem abriu o placar no Mineirão foi o Bahia. Aos 29, Guilherme Santos recebeu passe de Rafinha na ponta esquerda e cruzou para a área. A bola passou por Maxi Biancucchi e encontrou Rafael Miranda, que livre de marcação, mandou no canto e saiu para comemorar o gol.

Time mineiro pressiona, mas Tricolor se segura
Após marcar o gol, o Bahia continuava apostando na sua proposta de jogo, que era explorar os contra-ataques. Já o Cruzeiro voltou a pressionar. Aos 39, Ricardo Goulart recebeu a bola sozinho, bateu cruzado e a bola passou perto do gol de Marcelo Lomba. 

Nos acréscimos, Marquinhos chutou de fora da área, a bola desviou em Rafael Miranda, mas Marcelo Lomba defendeu com tranquilidade.

Segundo tempo

O técnico Marcelo Oliveira decidiu fazer uma mudança no intervalo. Sacou o atacante Marquinhos e colocou o meia Alison.

No primeiro minuto da etapa final, Marcelo Lomba fez uma bela defesa. Éverton Ribeiro cobrou falta e levantou a bola na área. Henrique e Manoel subiram para cabecear e Marcelo Lomba salvou em cima da linha. Na sobra, o Cruzeiro ainda tentou pelo alto, mas Lomba segurou.

Cruzeiro empata e Bahia perde Titi

Aos quatro minutos, Ricardo Goulart recebeu passe de cabeça e foi derrubado aos sete minutos por Guilherme Santos. O árbitro não teve dúvida e assinalou pênalti. O zagueiro Titi reclamou bastante e foi advertido com cartão amarelo. 

Após a punição, o defensor aplaudiu ironicamente e Marcos Pereira mandou o atleta Tricolor mais cedo para o chuveiro. Após muito bate-boca, Éverton Ribeiro foi para a cobrança e com categoria mandou para o fundo das redes.

Railan desperdiça oportunidade

Mesmo com um homem a menos, o Bahia continuava bem postado em campo. Aos 24, o Esquadrão quase marcou o segundo. O lateral-direito Railan recebeu longo lançamento, avançou sozinho, mas perdeu velocidade e chutou torto dentro da área.

Ricardo Goulart vira o jogo

Certamente você já se cansou de ouvir aquele ditado que “Quem não faz, leva”. Pois o já surrado provérbio popular entrou em ação e mostrou que está longe de entrar em desuso. Logo depois de Railan desperdiçar a chance de gol, Ricardo Goulart aproveitou a bola ajeitada por Marcelo Moreno e bateu rasteiro e virou o jogo no Mineirão aos 25 minutos.

Esquadrão não consegue reagir

Com um homem a menos, ficou complicado para o Tricolor. O Cruzeiro criou as melhores chances e teve oportunidades de ampliar o marcador com Marcelo Moreno e Dagoberto, mas a dupla falhou nas finalizações.

FICHA TÉCNICA:

Campeonato Brasileiro - 20ª rodada
Cruzeiro x Bahia
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 11/09/2014
Horário: 20h30
Árbitro: Marcos Pereira (MS)
Auxiliares: Eduardo Gonçalves da Cruz (MS) e Cicero Alessandro de Souza (MS)
Cartões amarelo: Guilherme Santos, Fahel, Léo Gago e Titi (Bahia); Henrique (Cruzeiro).
Cartão vermelho: Titi
Gols: Rafael Miranda (Bahia) e Ricardo Goulart (Cruzeiro)

Cruzeiro; Fábio; Mayke, Léo, Manoel e Ceará; Henrique (Dagoberto), Lucas Silva, Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart (Nilton); Marquinhos (Alison) e Marcelo Moreno. Técnico: Marcelo Oliveira.

Bahia: Marcelo Lomba; Railan, Lucas Fonseca, Titi e Guilherme Santos; Fahel, Rafael Miranda e Léo Gago; Rhayner (Branquinho), Maxi Biancucchi (Alessandro) e Rafinha (William Barbio). Técnico: Gilson Kleina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postados pelos leitores são de responsabilidade dos respectivos comentaristas e não correspondem, à opinião dos autores do Santo Amaro Notícias.

Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas ou que possuam conteúdo ofensivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...