18 de setembro de 2014

Bahia vence Botafogo no Maracanã e sai do Z-4

Foto: Ide Gomes / Frame / Estadão Conteúdo

O Bahia venceu o Botafogo por 3 a 2 na noite desta quarta-feira (17/09), no Maracanã, e saiu da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O time comandado por Gilson Kleina aproveitou a vantagem de atuar com dois jogadores a mais em boa parte do segundo tempo, após as expulsões de Ramírez e Emerson Sheik. 

O Tricolor volta a campo no próximo domingo (21), contra o arquirrival Vitória, na Arena Fonte Nova.

O JOGO

As duas equipes entraram em campo com a pressão de um resultado positivo. O Bahia começou o jogo na lanterna com apenas 21 pontos, já que o arquirrival Vitória conseguiu sair da última posição após vencer o Fluminense por 3 a 1. Já o Alvinegro, iniciou o duelo fora do Z-4, apenas dois pontos a mais que o Tricolor.

O Bahia começou bem e criou a primeira oportunidade no jogo aos três minutos. Railan fez boa jogada pela direita, invadiu a área e rolou para trás, mas a zaga afastou antes da chegada de Kieza.

O Botafogo tentou responder. Aos oito, Rogério invadiu a área pela esquerda, tentou cruzamento, mas a defesa afastou. Quatro minutos depois, Zeballos tentou conduzir a bola, passou por três adversários e ganhou o escanteio. Na cobrança de Ramírez, a bola foi para trás do gol.

Lomba faz boa defesa
Jogando dentro de casa, o Botafogo começou a crescer na partida e criar jogadas com perigo. Aos 19, Emerson Sheik fez bela jogada individual e chutou de longe para defesa em dois tempos de Marcelo Lomba.

Emerson Sheik abre o placar
E depois de criar boas oportunidades, o Botafogo abriu o placar no Maracanã. Aos 30, Ramirez chegou pela esquerda, cruzou, a zaga Tricolor deu bobeira e Sheik, de cabeça, saiu para comemorar o gol.

Dankler marca contra
Ex-Vitória, o zagueiro Dankler, que atuou improvisado como lateral, deu um presente para o Bahia. Após cruzamento pela direita, ele tentou cortar, mas encobriu o goleiro Jefferson e o Tricolor chegou ao empate um minuto depois.

De pênalti, Sheik desempata
O Botafogo explorava muito o seu lado esquerdo ofensivo e criava as melhores chances por ali. Aos 40, Ramírez fez boa jogada, tocou para Zeballos, que chutou, mas a bola bateu na mão de Railan. O árbitro assinalou pênalti, o que gerou muita reclamação por parte do Tricolor. Sheik cobrou com categoria no canto direito de Marcelo Lomba e foi para o fundo da redes.

Segundo tempo

Insatisfeito com o resultado, o técnico Gilson Kleina promoveu uma mudança no intervalo com o objetivo de deixar o Bahia mais ofensivo. Sacou o volante Léo Gago e colocou o atacante Maxi Biancucchi.

E logo na sua primeira participação, Maxi Biancucchi mostrou serviço. De fora da área, ele limpou e arriscou o chute. A bola passou ao lado do gol, com muito perigo.

Tricolor faz pressão
O Bahia voltou com outra postura no início do segundo tempo e fez pressão em cima do Botafogo em busca do empate. Aos cinco, Rafinha tabelou na área, bateu cruzado para grande defesa do goleiro Jefferson.

Aos sete, Railan conduziu a bola sem ser pressionado e arriscou de longe, mas a bola passou fraca, ao lado do gol.

Dois jogadores do Botafogo são expulsos
O Bahia ficou com dois homens a mais em campo, após as expulsões de Ramírez e Emerson Sheik. Aos doze, o meia acertou uma cotovelada em Uelliton e foi punido com o vermelho. Dois minutos depois foi a vez de Sheik. Ele levantou o pé demais e atingiu Uelliton. O juiz deu o segundo amarelo e o atacante foi mais cedo para o chuveiro.

Bahia empata
Após perder os dois jogadores, o Botafogo recuou e o Tricolor foi para cima em busca do empate. Aos 26, Maxi Biancuchi fez boa jogada e cruzou para Railan, que cabeceou com perigo, mas desperdiçou a oportunidade.

Porém, aos 28, o gol de empate saiu. Maxi Biancucchi tabelou com Guilherme pelo lado esquerdo, recebeu de volta e chutou sem chances para Jefferson.

Gol Tricolor anulado
Aos 32, Kieza empurrou para as redes depois de cruzamento da esquerda, mas o árbitro anulou e apontou impedimento. No entanto, o auxiliar se equivocou, já que o centroavante estava atrás da linha da bola.

Bahia marca no final
Já perto de acabar, Branquinho recebeu e bateu forte, sem chance para Jefferson. Com o gol, o Tricolor virou o jogo e saiu do Z-4. Já depois do apito final, o Júlio César foi reclamar com o árbitro e também recebeu o cartão vermelho.


FICHA TÉCNICA:

Campeonato Brasileiro - 22ª rodada
Botafogo x Bahia
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 17/09/2014
Horário: 22h
Árbitro: Igor Benevuto (MG)
Auxiliares: Renato Cardoso da Conceição e Wanderson Alves de Sousa.
Cartões amarelo: Marcelo Lomba e Guilherme Santos (Bahia); Bolívar, Emerson Sheik, Ramírez (Botafogo)
Cartões vermelho: Ramírez, Emerson Sheik e Júlio César (Botafogo)
Gols: Emerson Sheik (duas vezes - Botafogo) ; Dankler (contra), Maxi Biancucchi e Branquinho (Bahia).

Botafogo: Jefferson; Dankler, Bolívar, André Bahia e Julio Cesar; Airton (Bollati), Gabriel, Ramírez, Zeballos (Yuri Mamute) e Rogério (Wallyson); Emerson Sheik. Técnico: Vagner Mancini.

Bahia: Marcelo Lomba; Railan, Lucas Fonseca, Demerson e Guilherme Santos; Uélliton, Rafael Miranda (Branquinho), Leo Gago (Maxi Biancucchi) e Emanuel Biancucchi (Marcos Aurélio); Rafinha e Kieza. Técnico: Gilson Kleina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postados pelos leitores são de responsabilidade dos respectivos comentaristas e não correspondem, à opinião dos autores do Santo Amaro Notícias.

Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas ou que possuam conteúdo ofensivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...