5 de novembro de 2014

Segundo Ministério da Saúde Santo Amaro está na lista de risco de infestação de dengue na Bahia


Três cidades baianas estão entre os 117 municípios brasileiros em situação de risco para a ocorrência de epidemias de dengue. Santo Amaro, Iuiú e Itabuna constam do Levantamento Rápido do Índice de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa), divulgado na terça-feira, 4, pelo Ministério da Saúde.

Na Bahia, 51 municípios estão na lista. Destes, 27 apresentam sinal de alerta e 21 têm números satisfatórios (bairros visitados nestas cidades estão com índice abaixo de 1% de larvas do Aedes aegypti).

O levantamento foi elaborado pelo Ministério da Saúde em parceria com estados e municípios. O objetivo é usar a pesquisa para orientar as ações de controle da dengue, o que possibilita aos gestores locais de saúde anteciparem as iniciativas de prevenção. O LIRAa divulgou a situação de 1.463 cidades.

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, apresentou dados ao lado do secretário de Vigilância, Jarbas Barbosa, e de Luis Condina, da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas/ OMS). Neste ano, foram 379 mortes, contra 646 em 2013 - uma redução de 41%.

Para o ministro, as medidas de prevenção adotadas pelo governo federal, pelos gestores locais e sociedade foram as grandes responsáveis pela queda nos números de casos eóbitos por dengue. Mas alertou sobre a importância de manter e reforçar as ações para combater não só a dengue como a chikungunya.

Esta última, doença infecciosa febril causada pelo vírus chikungunya (CHIKV), que pode ser transmitida pelos mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus.

"As medidas de enfrentamento e prevenção das duas doenças são as mesmas. Temos de intensificar estas ações e prestar bem a atenção nas informações que o LIRAa nos revela. Trata-se de uma ferramenta muito potente que nos dá informações importantes", disse Chioro.

Apesar de Feira de Santana não constar do levantamento, a Secretaria de Saúde do município divulgou, nesta terça, 419 confirmações de chikungunya na cidade.

Segundo a nota, foram notificados 1.175 casos suspeitos da doença, sendo 419 confirmados, 67 descartados e 689 em investigação. Os dados são do período de 29 de março a 3 de novembro.

Balanço

Até 25 de outubro, o Ministério da Saúde registrou 824 casos de chikungunya no País, sendo 151 confirmados por critério laboratorial e 673 por critério clínico-epidemiológico.

Destes, 39 são casos "importados" - pessoas que viajaram para países com transmissão da doença, como República Dominicana, Haiti, Venezuela, Ilhas do Caribe e Guiana Francesa.

Matéria original  A Tarde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postados pelos leitores são de responsabilidade dos respectivos comentaristas e não correspondem, à opinião dos autores do Santo Amaro Notícias.

Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas ou que possuam conteúdo ofensivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...