7 de setembro de 2015

Ônibus vindo de Cabuçu é metralhado em Salvador

Pelo menos quatro pessoas, entre as 11 vitimas que foram baleadas na noite deste domingo (6) no Vale da Muriçoca, voltavam de um passeio turístico na praia Cabuçu, localizada no município de Saubara, no Recôncavo baiano. Elas foram atingidas por três homens que desceram de um carro vermelho e fizeram dezenas de disparos em direção ao grupo.
(Foto: Juarez Soares)
"A gente veio do passeio e tinha acabado de atravessar a pista. Só vi o carro vermelho parando e atirando", disse Fábio Bispo Almeida, de 33 anos, marido de Ana Cláudia Oliveira de Jesus, 35 anos, que foi atingida nas costas.


Além de Ana Cláudia, Adailton de Jesus Almeida, 37, baleado na cabeça, José Trindade do Nascimento, 42, atingido no pescoço e Selmara Barbosa Ferreira, 46, foram registrados como tentativa de homicídio por conta da gravidade dos ferimentos.
Seis pessoas que passavam em frente a uma casa verde que funciona como bar foram baleadas
 (Foto: Mauro Akin Nassor/ CORREIO)
Outras seis pessoas que passavam pelo local, em frente a uma casa verde que funciona como bar, foram baleadas. Jane de Jesus Farias, 56, e Itamar Lima de Souza, 41, ambos feridos na perna, Carlos Alberto de Oliveira, 38, com um tiro no rosto, Edvan Xavier da Silva, 27, baleado no braço, e Sidney Lima Santos, 47, foram socorridos para o Hospital Geral do Estado (HGE) por pessoas que presenciaram o crime.
Uma garota de 12 anos, que tinha acabado de sair da igreja com a mãe, também dos foi atingida na perna e socorrida por familiares. Já Leidiane Araújo Alves, 36, atingida no tornozelo procurou socorro no Hospital Jorge Valente. Segundo a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), as vítimas passam bem e não correm risco de morrer. Ana Cláudia já teve alta do hospital.
Carros também foram atingidos por disparos e tiveram vidros quebrados durante atentado (Foto: Mauro Akin Nassor/ CORREIO)
A autoria e a motivação dos crimes estão sendo investigadas pela delegada Jussara Santo, titular da 7ª Delegacia (Rio Vermelho). "Pelo menos uma das vítimas era o alvo do ataque", comentou a delegada. Em nota, a Polícia Militar não comentou sobre o crime e informou que as investigações serão concentradas na Polícia Civil.
Moradores da Rua Sérgio de Carvalho lavam chão após atentando que deixou 11 pessoas feridas na noite de domingo (Foto: Mauro Akin Nassor/ CORREIO)
Com informações do repórter Bruno Wendel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários postados pelos leitores são de responsabilidade dos respectivos comentaristas e não correspondem, à opinião dos autores do Santo Amaro Notícias.

Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas ou que possuam conteúdo ofensivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...