15 de janeiro de 2016

Centro tecnológico em Santo Amaro amplia perspectivas de pescadores

Atividades teóricas para o aprimoramento da atividade pesqueira e ampliação da produtividade, além de aulas práticas que ensinarão a beneficiar subprodutos da pesca para fins comerciais.
Estas são algumas das ações que serão realizadas no Centro Vocacional Tecnológico Territorial (CVTT), inaugurado pelo governador Rui Costa nesta sexta-feira (15), no distrito de Acupe, na zona rural de Santo Amaro, no Recôncavo Baiano.

"A entrega deste centro vai melhorar a vida das pessoas cada vez mais, através de treinamentos e capacitações não apenas para quem vive da pesca em Santo Amaro, mas em toda a Bahia. Este lugar, com essa estrutura, tem potencial para ser o maior centro tecnológico e de pesquisa do país", disse Rui. Com investimentos de R$ 7,5 milhões, o CVTT funciona na Fazenda Oruabo, unidade da Bahia Pesca que já abriga laboratórios de piscicultura marinha, camarão e caranguejo.
Além de participar da aula inaugural, o governador visitou as dependências do CVTT, distribuídas em seis pavilhões, e conferiu de perto o funcionamento dos laboratórios da Bahia Pesca. Salas de aula, infocentro, biblioteca, auditório e cozinha experimental também compõem a estrutura do centro.
De acordo com o coordenador técnico da Fazenda Oruabo, Jerônimo Souza, o centro incrementará as atividades realizadas pela Bahia Pesca no local. "O centro, por ser uma unidade de capacitação técnica, terá cursos tanto para pesca, quanto para a aquicultura. Dentro do segmento da aquicultura, disponibilizará cursos que complementarão o que já vem sendo feito no laboratório”.
Para Adeilton de Araújo, pescador do município de Taperoá, tempos ainda melhores virão após os pescadores serem capacitados no CVTT. "Vai aumentar nossa renda familiar. O pescado é um dos melhores meios de sobrevivência na nossa comunidade. Então, uma unidade para melhorar o beneficiamento de todo o pescado é de grande valia pra nós".
Bahia Produtiva
Foi lançado na ocasião um edital do programa Bahia Produtiva para a seleção de projetos de apoio à pesca e aquicultura. Com investimentos previstos da ordem de R$ 20 milhões, serão firmados convênios para fortalecer atividades empreendedoras de economia solidária nos 27 territórios de identidade da Bahia.
O titular da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Jerônimo Rodrigues, explicou que, por meio dos convênios com entidades legalmente constituídas, o Bahia Produtiva permitirá a pescadores artesanais e aquicultores a aquisição de equipamentos como embarcações, estufas, motores e até a criação de uma unidade de beneficiamento.
Outras ações
Ainda em Santo Amaro, 104 títulos de terra foram entregues a pequenos produtores rurais da região, além de mil declarações de Aptidão ao Pronaf (DAP), que comprovam o enquadramento de pescadores, aquicultores e marisqueiras na categoria de pequenos produtores. O documento viabiliza o acesso destes trabalhadores a políticas públicas disponibilizadas pelos governos estadual e federal. Do total, 385 são do município de Santo Amaro. Também foi autorizada, por meio da Bahia Pesca, a contratação de entidades que prestem serviços de assistência técnica e extensão rural (Ater) para atender cinco mil pescadores e aquicultores baianos.
O Governo do Estado firmou ainda acordos de cooperação técnica com o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IF Baiano) e a Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB). A parceria com a primeira instituição visa à realização de cursos de extensão, pesquisa e desenvolvimento para a formação de agentes multiplicadores do setor da pesca e aquicultura. Já com a segunda, o objetivo é a capacitação de pescadores e marisqueiras para a pesca artesanal e aquicultura marinha, bem como a oferta de estágio para estudantes da universidade.
De acordo com o governador, a intenção é transformar Santo Amaro em um celeiro de ciência, pesquisa, ensino e desenvolvimento de tecnologias da pesca para a Bahia e o Brasil. "O centro será usado pela rede de ensino técnico do Governo do Estado e deve ser usado pelas prefeituras, Universidade Federal do Recôncavo, pelo Instituto Federal de Educação Tecnológica, enfim, por todos que queiram treinar, capacitar, desde engenheiros, tecnólogos, técnicos de nível médio ou até mesmo cozinheiras de escolas e restaurantes que queiram aprender a diversificar produtos da pesca, produtos do mar".
Colégio Castro Alves
Em visita ao Colégio Estadual Castro Alves, também em Acupe, Rui conversou com professores, entre outros profissionais da unidade de ensino. De acordo com a diretora Joselita Souza, em 2015, a escola teve 375 alunos matriculados no ensino médio. Ela e os demais colaboradores da unidade ficaram empolgados com o anúncio de melhorias na infraestrutura feito pelo governador. "[A visita] foi um momento único, uma maravilha. Acupe ganhou muito hoje, principalmente na educação", afirmou a diretora.

Repórter: Jhonatã Gabriel

3 comentários:

  1. SENTI FALTA DE ALGUÉM NESTAS FOTOS !
    QUEM DIRIA FICAR DE FORA DE UMA DESSA.

    ResponderExcluir
  2. AQUI ENTRE NÓS, QUEM FOI?

    ResponderExcluir
  3. Só resta uma fiscalização mais eficiente pra identificar quem são realmente os que recebem o benefício da pesca porque estar um mangue literalmente.

    ResponderExcluir

Os comentários postados pelos leitores são de responsabilidade dos respectivos comentaristas e não correspondem, à opinião dos autores do Santo Amaro Notícias.

Todos os comentários são moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas inadequadas ou que possuam conteúdo ofensivo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...