7 de julho de 2017

Alvo da Operação Adsumus, ex-prefeito Ricardo Machado se apresenta à PF

Alvo da quinta fase da Operação Adsumus, que investiga desvio de recursos e irregularidades em contrato de obras públicas no município de Santo Amaro, o ex-prefeito da cidade, Ricardo Machado (PT), se apresentou à Polícia Federal na manhã desta sexta-feira (07/07/17).
A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação da corporação. Machado não havia sido encontrado durante as diligências realizadas na quinta (6), quando a PF deflagrou a ação junto com o Ministério Público da Bahia (MP-BA) (veja aqui). No entanto, a defesa do petista havia informado que ele se apresentaria nesta sexta.

A delegada responsável pelo caso, Luciana Matutino, alertou que, caso ele não comparecesse à sede da PF, seria alvo de mandado de prisão preventiva. Apesar de ter se apresentado, o ex-prefeito não foi interrogado porque a delegada estava ouvindo outros investigados.
O depoimento foi remarcado para a próxima semana. O ex-secretário de Saúde da cidade, Marcelo Otero, que também não foi encontrado pelos policiais, apresentou-se nesta sexta e foi interrogado. Ainda segundo a PF, todos os alvos da operação, com exceção de Ricardo Machado, já foram ouvidos. A polícia cumpriu oito mandados de busca e apreensão e sete de condução coercitiva em Salvador, Lauro de Freitas e Santo Amaro. Também foi determinado o bloqueio judicial de mais de R$ 38 milhões em valores, imóveis e veículos, para ressarcir a União pelos desvios.
A investigação descobriu irregularidades cometidas por três núcleos empresariais que recebiam recursos da prefeitura de Santo Amaro para realizar obras públicas, fornecer material de construção e alugar maquinário. Além do direcionamento e ilegalidades nas licitações, parte das obras contratadas era realizada por servidores da própria prefeitura, que absorvia parte dos custos e possibilitava o desvio do dinheiro. Os valores recebidos pelos empresários eram transferidos a um operador do pagamento de propina, que repassava os recursos para agentes políticos e servidores públicos envolvidos. (Bahia Noticias)

7 comentários:

  1. E o POY, anda na cidade com o nariz empinado, maçom que o mesmo é, a maçonaria nada fez contra o mesmo, que vergonha. Espero uma osição da Loja Maçonica 14 de Junho. Quando algum irmão pobre praticou algum ato bobo so faltaram arrancar a cabeça. E agora caros, e poderosos irmãos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem, essa não sabia show de bola essa cobrança do anônimo acima. E os gestores do passado (Hospital do campo do arroz, a ponte em frente ao Teatro e a cobertura da quadra do Sítio de Camaçari) não serão penalizados? O Ministério público tem que retroagir e aplicar a punição e cobrar o ressarcimento desse dinheiro.

      Excluir
    2. Causas e efeitos, muito bem a população está querendo esse dinheiro, o Sr que tira onda de bonzinho infiltrado ao meio da gestão atual. Afinal todos estão no meio sempre opinando e sendo conduzido considerado o bom Samaritano...

      Excluir
  2. Nunca sai uma critica nesse site ia sr Flaviano,que vem fazendo um péssimo início de governo!do jeito que vai,n sei se termina o mandato

    ResponderExcluir
  3. Quer dizer do Hospital Regional de Santo Amaro, já faz parte da história, dos grandes engodos praticados nesta terra de gente inteligentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pelo tempo, o hospital precisa de reformas.

      Excluir
  4. Amosantoamaro16/07/2017 11:51

    Pessoal falando em dinheiro, por qual motivo os pagamentos dos CONTRATADOS não saiu ainda? Realmente uma nova história!!! Parabéns equipe AZUL

    ResponderExcluir

Todos os comentários serão moderados e nos reservamos o direito de excluir mensagens consideradas caluniosas, defamadoras, Inadequadas ou que possuam conteúdo ofensivo.

Os comentários postados são de inteira responsabilidade dos respectivos comentaristas e não correspondem, à opinião dos autores do Santo Amaro Notícias.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...